KIT JORNALISMO LITERÁRIO (com 6 livros)

Código: KitJornalismo
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Compre os 6 livros do kit Jornalismo Literário e economize R$ 145,50.


Conheça os livros:

A VIDA QUE NINGUÉM VÊ
Eliane Brum
208 páginas | ISBN 978-85-60171-00-2

* Prêmio Jabuti 2007 - Melhor livro de Reportagem

Uma repórter em busca dos acontecimentos que não viram notícia e das pessoas que não são celebridades. Uma cronista à procura do extraordinário contido em cada vida anônima. Uma escritora que mergulha no cotidiano para provar que não existem vidas comuns. O mendigo que jamais pediu coisa alguma. O carregador de malas do aeroporto que nunca voou. O macaco que ao fugir da jaula foi ao bar beber uma cerveja. O álbum de fotografias atirado no lixo que começa com uma moça de família e termina com uma corista. O homem que comia vidro, mas só se machucava com a invisibilidade. Essas fascinantes histórias da vida real fizeram formam uma obra que emociona pela sensibilidade da prosa de Eliane Brum e pela agudeza do olhar que a repórter imprime aos seus personagens – todos eles tão extraordinariamente reais que parecem saídos de um livro de ficção.

O NASCIMENTO DE JOICY
Transexualidade, jornalismo e os limites entre repórter e personagem
Fabiana Moraes
248 páginas | ISBN 978-85-60171-70-5

Neste livro arrebatador, a premiada jornalista Fabiana Moraes conta a história de um árduo rito de passagem. Narra, do início ao fim, a longa saga de um ex-agricultor que procura o serviço público de saúde para adequar seu corpo masculino ao feminino que traz em si. Escreve sobre a dor, o suor, o assombro e a alegria de produzir a reportagem, publicada sob polêmica e aclamação em abril de 2011. E expõe sem reservas a complicada relação com seu personagem. Num ensaio pioneiro, Fabiana apresenta o conceito do jornalismo de subjetividade, defendendo um olhar mais profundo na contemplação do mundo e dos seres humanos.

BANDIDO RAÇA PURA
E outros 35 perfis de ilustres mais ou menos virtuosos, notáveis anônimos, cães, ratos, urubus e coisas supostamente inanimadas
Fred Melo Paiva
256 páginas | ISBN 978-85-60171-60-6

Fred Melo Paiva é dono de um dos melhores, mais versáteis e mais originais textos da imprensa brasileira. Os perfis reunidos aqui, escritos nos últimos dez anos, transitam da história oral à irreverência punk, do uso de vozes narrativas insólitas ao requinte das mais elegantes reportagens de revista. Na primeira parte do livro, o olhar inconfundível do autor desnuda gente famosa como Oscar Niemeyer, Cléo Pires e Cauby Peixoto. Na segunda, anônimos dignos não apenas de nota como de perfil nos conduzem pelo labirinto de uma casa de swing, pelo mundo extinto do presídio do Carandiru, pela floresta cheia de onças em que um garoto ficou perdido por quase dois meses. As duas últimas partes perfilam – entre outros personagens incríveis – ratos, urubus, o Boeing Sucatão e o leilão dos bens de um famoso traficante. Em conjunto, os 36 perfis confirmam Fred Melo Paiva como um craque do jornalismo-arte.

ENTRETANTO, FOI ASSIM QUE ACONTECEU
Quando a notícia é só o começo de uma boa história
Christian Carvalho Cruz
184 páginas | ISBN 978-85-60171-18-7

O livro reúne 23 reportagens que têm em comum, além da apuração exaustiva, uma outra característica marcante: a força e a originalidade da narrativa do jornalista Christian Carvalho Cruz. Para cada história, há uma forma de contar. Se o tema é a violência anônima no Rio, apenas números identificam os personagens da trama macabra. Para entender o publicitário Washington Olivetto, nada melhor do que pensar como se fosse ele. As 48 horas que o repórter passou ao lado da cantora Elza Soares são narradas no ritmo apoteótico dos sambas-enredo. Christian escreve com a graça e a leveza dos grandes cronistas, dribla os lugares-comuns do jornalismo e constrói, palavra por palavra, o melhor encontro da reportagem com a literatura.

A POEIRA DOS OUTROS
Um repórter na Casa da Morte e mais 19 histórias
Ivan Marsiglia
168 páginas | ISBN 978-85-60171-40-8

Nas vinte reportagens reunidas neste livro, Marsiglia demonstra se interessar pelos mais diversos assuntos, mas é possível identificar uma preocupação recorrente: contar histórias que revelem ao leitor episódios obscuros do passado — e também do presente — do país. Isso pode ser visto no perfil do juiz que, ainda em plena ditadura, condenou o Estado pela morte do jornalista Vladimir Herzog, ocorrida em 1975. Ou no relato da movimentada — e violenta — madrugada de sábado em um pronto-socorro na periferia de São Paulo. Em um dos textos mais característicos do estilo de Marsiglia, o repórter conta a história de uma onça que deu as caras na beira de uma rodovia. O fato, ao contrário do que seria de se esperar, é reconstituído do ponto de vista, e com o “linguajar”, da onça. Há quem defina a utilização de tais recursos narrativos como jornalismo literário, mas o nome pouco importa. O que faz diferença é ler um texto que, mais do que simplesmente informar, é capaz de entregar ao leitor uma grande história.

CONVERSAS DE CAFETINAS
Sérgio Maggio
160 páginas | ISBN 978-85-60171-07-1

* Prêmio Jabuti 2010 - 3º lugar na categoria Reportagem

O autor retrata o cotidiano, os momentos de glória e a decadência das cafetinas, personagens envoltas numa aura de mistério e preconceito. As histórias de Conversas de cafetinas emocionam ao traçar um panorama nada romântico dessas mulheres, que se agarram, como define a repórter Eliane Brum na apresentação do livro, “à possibilidade de reinvenção pela palavra num mundo que se desmancha, cada vez mais incertas do seu lugar”. O volume inclui o texto da peça teatral Cabaré das Donzelas Inocentes, sucesso de público desde 2009.

Produtos relacionados

Sobre a loja

A Livraria Arquipélago é a loja oficial da Arquipélago Editorial na internet. Aqui você sempre encontra todos os nossos títulos, além de promoções exclusivas.

Social
Pague com
  • PayPal
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Arquipélago Editorial Ltda. - CNPJ: 08.001.334/0001-91 © Todos os direitos reservados. 2018